NOTÍCIAS

MINISTÉRIO PÚBLICO CONCORDA COM AOPMBM EM AÇÃO DE CONSIGNADOS BB


Postado em 20 de julho de 2018 às 08:38:39

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais sugeriu o desprovimento do agravo de instrumento interposto pelo Banco do Brasil para manter integralmente a liminar proferida pela juíza da 23ª vara Cível de BH na ação civil pública proposta pela AOPMBM contra a instituição financeira. Com isso, a liminar deve ser mantida pela 14ª Câmara Cível do TJMG, órgão encarregado de julgar o referido recurso.

Leia também:

Esclarecimentos da AOPMBM acerca do empréstimo consignado do Banco do Brasil

Liminar garante manutenção do consignado na 2ª parcela do pagamento;

Adiantamento salarial permite pagamento de empréstimos consignados de militares

Escala de Pagamento de Junho/2018

A conclusão é do Procurador de Justiça de Direitos de Interesses e Coletivos,  Dr. Jacson Campomizzi, que manifestou-se pelo “conhecimento e desprovimento do agravo” e mantem “integralmente os termos da decisão agravada”.

Com isso, o Banco do Brasil é obrigado a:

1) não realizar cobranças de parcelas de consignados diretamente na conta dos servidores/associados;

2) manter o procedimento do desconto, em tela, a partir da segunda parcela de pagamento, como já vem acontecendo;

3) não incluir o nome dos aludidos servidores/associados em cadastros de negativação de crédito, no que tange os valores, discutidos nesta ação.

A multa imposta pela Justiça nos casos de descumprimento da decisão está fixada em R$ 50 mil.

Acesse aqui a íntegra do Parecer Ministério Público 


SERVIÇOS COM ACESSO RÁPIDO


Associação dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais – AOPMBM